Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

As Gajas São Maquiavélicas.

 

As gajas são maquiavélicas… Claro que esta frase tinha que ser proferida por um gajo. É óbvio. Mas, por mais surpreendente que possa parecer, até concordo com ele.

 

Admito! Nós gajas somos mesmo maquiavélicas. Como somos dotadas de inteligência superior, temos sempre recursos para conseguirmos obter o que queremos sem o menor esforço.

 

Conseguimos delinear planos ardilosos em questão de segundos. Imaginemos que queremos arranjar as unhas e pintá-las mas vocês não gostam do cheiro do verniz. Imediatamente arranjamos forma de vos por dali para fora. Precisamos urgentemente de um ingrediente culinário específico para o jantar. Mas só existe no supermercado X e o ingrediente é da marca Y. Tem mesmo que ser aquele ingrediente e só existe no supermercado mais distante da cidade! Que pena…

 

Estamos num cibercafé. E estamos a teclar com uma amiga. Vemos o melhor gajo das redondezas a passar por nós e sentar-se na mesa mesmo atrás de nós. A nossa amiga não conhece o gajo e não pode perder aquele deus grego. Toca de ligar a nossa webcam, acertar a mira e… shazam! Ei-lo…! Não queríamos que a nossa amiga perdesse a oportunidade de conhecer a oitava maravilha do mundo. Mas isto é uma coisa demasiado básica para gaja. Vamos lá elaborar o plano mais um bocadinho, pôr-lhe uma pitada de ousadia…

Fingimos que o nosso PC teve um problema e vamos pedir-lhe ajuda. Ele senta-se  ao nosso PC e a nossa amiga, dou outro lado, deleita-se com tamanha visão…

 

Estamos no ginásio e vemos passar um Apolo lindo, de belos cabelos compridos encaracolados. Estamos a babar, de olhos esbugalhados e até as nossas mãos ganham vida própria para tentar tocar naquele monumento! Temos de arranjar maneira de falar com ele… Plim! Vamos pedir uma “ajudinha” ao gajo porque não percebemos como funciona aquela máquina onde treinamos há quinhentos anos.

Gentilmente, o gajo aproxima-se e com muita meiguice explica, tocando-nos, como aquilo funciona… Escusado será dizer que morremos e fomos para o paraíso!

 

Depois disto, gajos, ainda nos acham maquiavélicas?! Beware of the girls!!!

 

Just An Ordinary Day

 

 

O meu dia foi o mais normalzinho possível, por isso, não tenho nada de especial para falar. Não tenho tema. Quer dizer, até tenho. E muitos. Mas não me apetece aprofundar coisas profundas, desculpem a redundância.

 

Por isso não vos vou contar que:

 

1 – Fui escoltada por um pombo até ao café, logo de manhã… Estou a pensar fazer um almoçarada de pombos frangos para o pessoal para ver se desaparecem uns quantos…

 

2 – Decidi não me chatear mais com a minha turma de 4º ano. Se a tóina da prof. titular não age, nem reage, se ela acha que os seus meninos são o “máximo”, quando são delinquentes de primeira, se os castigos e o que o director diz cai em saco roto, e os papás não estão muito preocupados com o assunto… Porque me hei-de chatear eu?!?

Não aprendem? Azar! Para o ano há mais… Agora vai ser só trabalhos de grupo e coisas do género. Menos trabalho e menos chatice para mim… Tá-se bem! Ou em amaricano… Coooooooool!

 

3 – Deveria ser proibido transportar peixe nas camionetas. A camioneta que me trouxe para casa, estava impregnada de cheirete a peixe. Alguém foi à pesca para Algés ou Belém e entornou água onde tinha o peixe. Estivemos todos para entrar em processo de vomituração mas depois pusemos uma mola no nariz e conseguimos chegar sãos e salvos.

 

4 – Detesto gajos engatatões. Estava eu muito descansadinha na paragem da camioneta, esperando tranquilamente por ela, quando um gajo num bruta Mercedes, passa por mim, abranda, debruça-se e ri-se para mim. Eu, gaja sugadita e nada apreciadora destas coisas, fiquei cor ar de parva, parei de limpar os óculos escuro e olhei para trás… Verifiquei que só podia ser para mim… Não havia ali mais ninguém… Será que tinha a maquilhagem borratada e o gajo estava a gozar comigo? Tinha o risco nos olhos torto? Despenteada não estava, pois tenho o cabelo apanhado… Hummm!

 

5 – O meu fim-de-semana alargado começou hoje! Amanhã não tenho aulas. O horário é mesmo assim… vá… roam-se de inveja… Mas não muito. Convém guardar um bocadinho para outros dias!

 

 

Dois Dedos de Conversa e Meia Dúzia de Encontrões

Para aqueles que sentiram a minha ausência ontem, tenho a informar que fui laurear a pevide. E escusam de estar a dizer que tinha testes para ver porque não adianta de nada. Fiz uma pausa (não com kit kat) na “testaria”, fui beber um café e dar dois dedos de conversa para ver se arranjava coragem e inspiração para acabar esta tarefa tão enjoativa.

 

Como gosto muito de andar aos encontrões e pisadelas, apanhar grandes caloraças, bichas sem fim à vista e cheirinhos a “eau de sovaco”, fui-me enfiar no Colombo. Yap, e ainda por cima havia jogo no estádio da Luz. Mas fizemos de propósito!!! É que nós somos mesmo doidas varridas… Ao irmos para lá tínhamos dois objectivos: 1º ir comprar prendas de forma a virmos carregadas que nem o Pai Natal e segundo apreciar o panorama masculino que por lá se passeava por ser dia de jogo. Afinal a minha amiga tem de encontrar um amor substituto para o seu “amor de substituição”.

 

Entrámos nas lojas todas e mais alguma. Saímos carregadas do Gato Preto e a minha amiga descarregou a carteira na nova loja da Disney. Tem coisas muito fixes mas muiiito caras. E sabem o que achei mais giro (se é que tem alguma piada…)? É que nesta loja não fazem embrulhos… Queres embrulhar? Pagas uma caixinha toda gira com as personagens da Disney… E quanto custam? Ora, uma do tamanho do happy meal custa 1.50€ e uma grande custa 3.00€! Toma lá que é para abrires a pestana. Os presentes saem mesmo baratinhos, não saem?

 

Conclusão: de prendas, veio ela carregada (eu não que nem tenho dinheiro para mandar cantar um cego!) agora gajos jeitosos… eh… deviam já estar todos enfiadinhos no estádio. Nem com binóculos conseguimos vê-los!!!

 

E sabem que mais? A minha amiga S. (sim, porque fui passear com a S.) tocou-me no meu ponto fraco desta semana. Lembram-se de qual era? As pipocas! Ora aí está! Deve andar algum vírus por aí que anda a despertar nas mulheres vontade de comer pipocas. E eu que já as comprei mas ainda não as provei?!? Tal não está a moenga, hein?!